Telefone:(11) 3885-6176 | 3887-5963
Proservação

1 - HIGIENIZAÇÃO BUCAL

Dentre as orientações prestadas pôr este profissional de odontologia aos seus pacientes, destaca-se aquela destinada à correta higienização bucal.

Anteriormente ou após a cirurgia de implante, é ensinada a correta e adequada técnica de escovação, uso de fio dental e bochechos aplicáveis ao seu caso específico.

Para que ocorra o sucesso do tratamento de implantodontia é de fundamental importância que o procedimento correto prescrito na higiene de sua boca seja realizado.

O não atendimento à orientação de higienização prescrita poderá inviabilizar o sucesso do tratamento, sem ocorrer a responsabilidade deste profissional de odontologia.

Lembre-se: Se as causas das perdas dos dentes ausentes persistirem, após a colocação de implantes, estes se perderão assim como os dentes.

2 - OBEDIÊNCIA DO CLIENTE À ORIENTAÇÃO DO CIRURGIÃO-DESTISTA

É fundamental que seja obedecida a orientação pôr nós ministrada em vários aspectos:

  1. A alimentação inicialmente recomendada para os pacientes nos primeiros dias após a conclusão do implante é líquida ou pastosa;
  2. Cuidado com o uso de provisórios removíveis;
  3. Tome sempre a medicação indicada até o fim, independente da sensação de que não é mais necessário;
  4. Higienização bucal de conformidade com a técnica ensinada;
  5. Comunicação imediata de qualquer alteração do estado no local do implante (sangramento, traumatismo, dor, etc.);
  6. Comunicação de qualquer alteração do seu estado de saúde (febre, doença, etc.), que ocorram após a cirurgia de implante;
  7. Comparecimento ao nosso consultório para acompanhamento da evolução do tratamento do implante (visita).

3 - CERTEZA DOS RESULTADOS NO TRATAMENTO DE IMPLANTODONTIA

Embora inúmeros e grandes esforços tenham sido despendidos nas várias áreas da odontologia e, em especial na implantodontia, não se pode assegurar que especificamente o seu tratamento seja bem sucedido.

A incerteza de sucesso dos resultados do seu implante decorre de inúmeros fatores, tais como:

  1. Sua obediência à nossa orientação;
  2. Nos cuidados pós-operatório, a medicação correta, as técnicas de higiene;
  3. Correção das informações prestadas pôr ocasião da elaboração da sua anamnese;
  4. A correta técnica cirúrgica aplicada;
  5. Suas boas condições psicossomáticas;

Lembre-se: os insucessos existem em condições ideais cirúrgicas e de saúde do paciente. Não precisa necessariamente ter um culpado, dentista ou paciente.

4 - VISITAS PARA MANUTENÇÃO (PRÉ-PROTÉTICA)

Até a conclusão da primeira etapa do implante - período de ósseointegração primária (período compreendido entre a implantação cirúrgica contratada até a exposição do elemento implantado) - será necessária a sua presença periódica nesta Clinica, para acompanhamento e orientações convenientes, sem o que seu tratamento poderá ficar comprometido. Compareça independentemente do contato por parte deste dentista.

As Visitas deverão ocorrer na seguinte freqüência:

  1. 7 dias após a cirurgia;
  2. 15 dias após a cirurgia; (facultativo, dependendo da natureza da cirurgia)
  3. 30 dias após a cirurgia; (facultativo, dependendo da natureza da cirurgia)
  4. 120 dias após a cirurgia para mandíbula;
  5. 180 dias após cirurgia para maxilar.

5 - VISITAS PARA MANUTENÇÃO (PÓS-PROTÉTICA)

04 meses após a instalação da parte protética (coroas / overdentures) e posteriormente a cada 06 meses invariavelmente, independente do contato deste profissional.